sexta-feira, 1 de junho de 2012

Colisão da galáxia de Andrômeda com a Via Láctea


Por Domingos Sávio de Lima Soares*
De Belo Horizonte


Saiu ontem, 31, no boletim da NASA, a notícia de uma pesquisa com o telescópio
espacial Hubble que levou ao cálculo do movimento da galáxia de
Andrômeda (M31) no plano do céu (o seu movimento tangencial). Os astrônomos
concluíram que este movimento é pequeno comparado ao movimento radial de
M31 (em direção à Via Láctea) e a consequência é que haverá uma colisão
quase frontal em cerca de 4 bilhões de anos.

Há um filme de pouco mais de 1 minuto mostrando uma simulação da colisão
e uma sequência de fotos mostrando o céu visto da Terra ao longo dos
bilhões de anos.

Vejam a notícia completa, especialmente a simulação numérica
e a sequência de fotos, neste link.

*Domingos Sávio de Lima Soares é físico, astrônomo e professor aposentado do departamento de física da UFMG e colabora com fóton Blog.

2 comentários:

Matheus Matos disse...

Galáxias distantes,
errantes,
em espirais:
Andrômeda,
Via Láctea,
som dos metais.

Vivem em tempos inimagináveis
onde os segundos são bilhões.
E nesse tempo infinito
os encontros são colisões.

Galáxias distantes
são rivais.
Brigam em danças eternas
ao som dos metais:
novas, supernovas e hipernovas
nos festivais.

Matheus Matos

http://vidamigosamores.blogspot.com.br/2012/08/galaxias-distantes-rivais.html

Matheus Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros fóton Blog

O designer fóton Blog

Twitter