quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Idéias revolucionárias: os caminhos abertos pelo velho ENIAC

Por Milene Cristina Valú de Souza* 
De Curvelo - MG

Qual o melhor estilo de um computador para atender às suas necessidades básicas? Sabemos que além de um bom software ele precisa ser compacto, pequeno, portanto mais versátil e prático, não é mesmo? Os computadores atuais são a salvação de muitos, pois podem ser carregados de um lugar para outro sem dificuldades. São leves, estilosos, bem equipados e capazes de efetuar tarefas em segundos.

Mas como terá sido o primeiro computador do mundo? Como surgiu a ideia de criá-lo? Para início de conversa, é necessário saber que muito antes de tudo acontecer o homem teve a necessidade de utilizar meios mais rápidos para efetuar cálculos. Essa necessidade o levou a pensar, projetar e construir máquinas que, com o passar dos tempos, evoluiriam e passariam a integrar o nosso dia-a-dia.

A primeira ferramenta criada para auxiliar em suas tarefas foi o Ábaco – instrumento de cálculo, formado por uma moldura com bastões ou arames paralelos, dispostos no sentido vertical, correspondentes, cada um, a uma posição digital (unidades, dezenas,...) e nos quais estão os elementos de contagem (fichas, bolas, contas,...) que podem se deslizar livremente. Acredita-se que o Ábaco foi criado na Mesopotâmia há mais de 5,5 mil anos. Inicialmente os romanos o utilizavam para calcular, depois os chineses e japoneses o aperfeiçoaram. A partir daí, uma variedade de ábacos foram desenvolvidos. 

Exemplar de um Ábaco. Créditos: Wikimedia Commons.
Mas a primeira máquina realmente criada (a primeira calculadora mecânica do mundo) foi a Pascalina – ela possuia uma roda dentada construída com 10 "dentes", cada "dente" correspondia a um algarismo, de 0 a 9, sendo que a primeira roda da direita corresponde às unidades, a da sua esquerda às dezenas, a seguinte às centenas e assim sucessivamente. Ela efetuava as quatro operações fundamentais, mas apenas adição e subtração eram feitas diretamente, multiplicação e divisão eram feitas por repetições de adição e subtração. Ela foi inventada por Blaise Pascal entre 1642 - 1644. 

Exemplar de uma Pascalina. Créditos: Wikimedia Commons.
Contudo foi apenas depois da máquina de Herman Hollerith, que realizava contagem de cartões perfumados em código BCD (Binary Coded Decimal) e efetuava contagens da informação referente à perfuração respectiva, que veio o primeiro computador. Ele era chamado de ENIAC (Electrical Numerical Integrator and Computer) e foi o primeiro computador digital de grande escala. Criado em fevereiro de 1946 pelos cientistas norte-americanos John Eckert e John Mauchly, da Electronic Control Company. Fiquem a vontade para pesquisar sobre estas excepcionais mentes, acredito que irão se surpreender.

Este computador estava sendo projetado durante a Segunda Guerra Mundial para computar trajetórias táticas que exigissem grande conhecimento matemático, mas ele foi concluído apenas três meses após a guerra e foi usado depois, durante a Guerra Fria, contribuindo para o projeto da bomba de Hidrogênio.

O ENIAC tinha que ser operado manualmente, ele não possuia sistema operacional e o mais interessante é que ele funcionava como uma calculadora atual, sendo que ocupava 180 m², pesava 30 toneladas, media 5,50 metros de altura e 25 metros de comprimento, contava com 70 mil resistores e entre 17.468 e 18 mil válvulas a vácuo ocupando a área de um ginásio desportivo. Relatos da época indicam que quando foi acionado pela primeira vez, ele consumiu tanta energia que as luzes da Filadélfia piscaram. 

"Computadores" operando o ENIAC
Se você acredita que programar um computadopr atual é complicado, imagine como era a vida dos programadores daquela época! A programação do ENIAC era feita através de 6 mil chaves manuais. A cada novo cálculo, era preciso reprogramar várias destas chaves. Isso sem falar no resultado, que era dado de forma binária (1 = ligado; 0 = desligado) através de um conjunto de luzes. Por isso que a maior parte dos programadores da época eram mulheres, as únicas capazes de terem a paciência necessária para programar e reprogramar esse emaranhado de chaves várias vezes ao dia – na Universidade da Pensilvânia uma equipe de 80 mulheres era responsável por esta tarefa.

"Computadores"

Uma pergunta muito interessante: da onde veio o nome computador? Acreditem ou não, mas esse nome (computador) era dado pelo exército à função das pessoas que manipulavam o ENIAC, com o tempo este nome passou a ser associado à própria máquina e não mais ao trabalho exercido pelas pessoas.

Após 10 anos de operação o ENIAC tornou-se obsoleto e economicamente inviável de se manter, sendo desmontado. Hoje suas peças se encontram espalhadas por diversos museus do mundo, incluindo o Smithsonian em Washington D.C. e no local onde foi construído, na Moore School for Electrical Engineering da Universidade da Pensilvânia.

O ENIAC serviu de inspiração para muitos outros computadores que se seguiram como: o EDVAC (Electronic Discrete Variable Computer); o ORDVAC (Ordnance Variable Automatic Computer; SEAC (Standards Automatic Computer) e o UNIVAC, este último também construído por Eckert e Mauchly para o processamento dos dados dos censos da população americana. A partir de então os computadores continuariam a evoluir até alcançarem o nível tecnológico e o tamanho dos computadores que possuímos em casa e que, ainda assim, dizemos que deveriam ser menores.

É difícil acreditar que em apenas 66 anos uma pequena idéia de facilitar a realização de cálculos comuns evoluiria tanto ao ponto de termos atualmente máquinas cada vez menores que operam milhares de funções além de sua condição primária, o cálculo.

Devemos agradecer aos loucos que tiveram essa idéia, o que seria da nossa vida em um mundo globalizado e onde todos se mantêm conectados sem um computador que atenda às nossas necessidades, não é mesmo?

 Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/ENIAC

http://www.hardware.com.br/termos/eniac

http://pt.wikipedia.org/wiki/Computador

http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI892512-EI4799,00.html

http://www.guiadicasgratis.com/eniac-o-primeiro-computador-do-mundo/

http://abcinformatica.wordpress.com/2011/02/01/o-que-e-o-eniac/

*Milene Cristina Valú de Souza tem 17 anos e é estudante do curso técnico em eletrotécnica do CEFET/MG no campus X em Curvelo - MG.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros fóton Blog

O designer fóton Blog

Twitter