sexta-feira, 11 de março de 2011

Atendendo a pedidos: novo redimensionamento do átomo.

Por Fábio Rodrigues*
Via Astronomia no Vale do Aço

Levamos o resultado da nossa comparação proporcional entre a distância do núcleo ao primeiro elétron no átomo de hidrogênio com a distância do Sol até Plutão para os alunos em sala de aula.
O impressionante resultado provocou uma reação curiosa: "professor, continuamos sem noção!".


Os alunos ficaram sem noção das distâncias, pelo motivo contrário: saímos do extremamente pequeno para o extremamente grande, de modo que continuou sendo difícil a visualização. Os alunos pediram então, que fizéssemos os cálculos com distâncias mais "concretas".

Atendendo ao pedido dos alunos, refizemos o cálculo, desta vez "ampliando" o núcleo do átomo de hidrogênio (próton) até o tamanho de uma bola de tênis de raio 3,25 cm, com proporcional aumento da distância do núcleo ao elétron. O cálculo é idêntico ao do outro post.

O resultado foi que, se o núcleo do átomo de hidrogênio fosse ampliado até o tamanho de uma bola de tênis, o elétron estaria proporcionalmente a uma distância de 2042,9 m, ou o equivalente a 17 campos de futebol ordenados um após o outro pelo lado do comprimento, considerando o comprimento máximo permitido (120 m)!
Para tornar a comparação com o outro post sobre o assunto também mais tangível, "reduzimos" o tamanho do Sol para o tamanho da mesma bolinha de tênis, e determinamos onde ficaria Plutão nesta escala. Se o Sol fosse do tamanho da bolinha de tênis, Plutão estaria a 275,9 m, ou o equivalente a "apenas" 2,3 campos de futebol!


*Fábio Rodrigues é professor de química do CEFET/MG no campus de Timóteo/MG.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros fóton Blog

O designer fóton Blog

Twitter