segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Prêmio Nobel de Química 2010: Você sabe para quê serve um catalisador?

Por Renata Nunes*
De Cabo Frio/RJ

Essa é a pergunta que você vai se deparar ao acessar a homepage do Prêmio Nobel de Química 2010.




O prêmio desse ano (R$ 2,5 milhões) será dividido igualmente por três laureados: Richard F. Heck, Akira Suzuki e Ei-ichi Negishi em razão das contribuições das pesquisas dos mesmos para a síntese orgânica. Cada um deles deu seu nome à reação desenvolvida, assim temos o acoplamento de Heck, acoplamento de Suzuki e acoplamento Negishi.

Nessas reações, duas moléculas dão origem a uma molécula maior, com a formação de uma nova ligação carbono-carbono. Formar novas ligações carbono-carbono é um desafio para a química orgânica e esses pesquisadores desenvolveram processos catalisador por paládio para que as rotas sintéticas se tornassem viáveis. O catalisador é utilizado para aumentar a velocidade com que uma reação ocorre, em outras palavras, diminuir o tempo que ela levaria para ocorrer. 

Imagem obtida do Correio Braziliense
O catalisador altera a sequência de etapas com que uma reação se processa, ou seja, ele atua por um mecanismo distinto. Dessa forma, abrem-se possibilidades para síntese de diversas moléculas. Os estudos dos laureados podem permitir o desenvolvimento de drogas eficientes no combate ao câncer e à AIDS. O bioquímico sueco Lars Thelander , membro do comitê do Nobel de química disse que “Ela é utilizada amplamente nos meios acadêmico e industrial para sintetizar moléculas orgânicas complexas, como, por exemplo, novos medicamentos, produtos químicos usados na agricultura e compostos orgânicos utilizados na indústria eletrônica”, ao falar da reação de acoplamento.

*Renata Nunes é doutora em química, professora do IFF/RJ e especialista em ensino à distância. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros fóton Blog

O designer fóton Blog

Twitter