segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sociedades científicas da educação divulgam carta sobre o Programa Ciência Sem Fronteiras

As associações de pesquisa em educação abaixo-assinadas cumprimentam vossas senhorias pelo lançamento do programa Ciência sem Fronteiras. Gerenciada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal do Ensino Superior (CAPES), a iniciativa prevê a concessão 75 mil bolsas de estudos no exterior nos próximos quatro anos nas áreas de engenharia, tecnologia e biologia em universidades europeias e norte-americanas.


Considerando a importância do referido programa, concebido para promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira, por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional, estranhamos a ausência de estudantes e pesquisadores envolvidos com a pesquisa educacional como bolsistas potenciais.

Consideramos que o avanço desejado nos campos contemplados deveria igualmente atender a área de educação, não apenas pelo que a iniciativa pode trazer de enriquecimento e inovação na formação dos quadros nesta área, mas também pela relevância estratégica na constituição de bases essenciais ao desenvolvimento científico e tecnológico em nosso país, questão amplamente reconhecida e debatida nos fóruns em que se discute o horizonte da ciência e da tecnologia no Brasil e no exterior.

Ressaltamos que o programa e as metas estabelecidas indicam o compromisso do governo com a elevação da qualidade dos nossos pesquisadores, obtida, em alguns casos, com o conhecimento de experiências internacionais. No cumprimento dessas metas, acreditamos que a pesquisa educacional, compreendida como elemento estratégico para o desenvolvimento científico e tecnológico, deve estar incluída no programa, tendo em vista que a área, como sabemos, requer investimentos regulares para poder concretizar o esperado salto de qualidade em termos de inclusão social, inovação pedagógica e estudo aprofundado das experiências educacionais em curso.

Por fim, gostaríamos de sugerir uma revisão no que diz respeito à exclusão dos países da América Latina do programa, reconhecendo que países da região possuem massa crítica de ponta em diversas áreas do conhecimento, inclusive na educação.

Aproveitamos para nos colocar à disposição, tendo em vista o nosso compromisso em colaborar para construirmos uma ciência sem fronteiras.

Atenciosamente

Assinam esta carta:

Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências - ABRAPEC
Associação Nacional de Política e Administração da Educação - ANPAE
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPED
Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação - ANFOPE
Centro de Estudos Educação e Sociedade - CEDES
Conselho de Assessoramento do CNPq, área de educação - CA-Ed/CNPq
Sociedade Brasileira de Educação Matemática - SBEM
Sociedade Brasileira de História da Educação - SBHE
Sociedade Brasileira de Química -Divisão de Ensino - SBQ

fonte: JC Mail da SBPC

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros fóton Blog

O designer fóton Blog

Twitter